Não toque um instrumento desafinado

Publicado por em 07 dez 19. Prosas e Contos, Textos

Há muitos anos, quando eu era mais novo, me lembro que resolvi que queria aprender a tocar violão. Meu amigo Marcelo, rapaz simpático que tocava na Igreja se dispôs a me ensinar.

Após pouquíssimas aulas eu desisti. Nunca tive aptidão para música. Mas nunca me esqueci da primeira lição que o Marcelo me deu:

Nunca toque um instrumento desafinado. – ele disse – Seu ouvido vai se acostumar com o som errado e você terá muita dificuldade de aprender o certo depois.

Isso implicava que, toda vez que eu fosse praticar, eu precisava primeiro confirmar se o violão ainda estava bem afinado.

Anos se passaram e eu nunca esqueci dessa lição, porque ela vale para tudo na vida.

Com quantos instrumentos desafinados nós nos acostumamos em nosso dia a dia? Um emprego ruim, um relacionamento mais ou menos, uma atividade que não nos preenche…

Vamos tocando, em nossas vidas, instrumentos desafinados e nos acostumando com o som ruim, até que chega o momento em que não sabemos mais distinguir o som afinado da alegria, daquele barulho do “só ir vivendo”.

Se eu pudesse te dar um conselho, apenas um, seria a mesma primeira lição que meu amigo Marcelo me deu há tantos anos: Não toque um instrumento desafinado.

Compartilhe com seus amigos
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Email this to someone
email
Print this page
Print

Comente

*
*