• Se desejar ser um distribuidor do nosso livro, clique aqui e nos envie uma mensagem

Minhas "obras"

Quem sou eu?

Pai, marido e escritor... Este sou eu, muito prazer.

Olá! Eu sou o Rodrigo. Meu nome completo é Rodrigo Moreira dos Santos, mas, desde que me lembro, eu sempre assinei apenas Rodrigo Santos em todos os meus trabalhos.

Eu nasci em Suzano, na grande São Paulo, em 05 de maio de 1987. Moro nessa cidade até hoje e sou completamente apaixonado por ela. Sou formado em Engenharia da Computação e com pós-graduado em Docência para o Ensino Superior. Trabalho na área de educação desde 2006. Fui coordenador do setor de Informática Educacional da Secretaria Municipal de Suzano e também trabalho com desenvolvimento para web na Mundodrigo.

Também sou casado e pai de duas filhas. Sou fascinado pelas histórias e riqueza do folclore brasileiro, até porque passei boa parte da infância ouvindo histórias dos meus avós sobre os causos e seres fantásticos que eles juram que viram.

Por causa deste gosto pelas nossas histórias fantásticas e também por querer compartilhar isso com outras pessoas, minhas histórias e textos sempre tem uma pontinha desse mundo folclórico.

Saiba mais...

No Instagram

Útimos posts do blog

Promoção de aniversário

No próximo dia 05 de maio será meu aniversário (viva eu \o/) e, para comemorar essa data em tempos de isolamento social resolvi lançar uma promoção É isso mesmo! Como diz aquela frase super conhecida: “O aniversário é meu, mas o presente é para você”. E, como estamos neste período em que, para o bem […]

Conquista do Brasil

No dia 22 de abril, comemoramos o “Descobrimento do Brasil”, mas talvez fosse mais correto chamar essa data de o início da “Conquista do Brasil”. Não se trata apenas de uma troca de palavras, mas de uma percepção do processo. Em 1500, ao chegar na costa brasileira, Pedro Alvares Cabral e sua tribulação encontraram povos […]

O silêncio da contadora de histórias

Me lembro das noites, na infância, em que nos sentávamos ao redor da minha avó para ouvir seus contos e causos. Ela sempre teve a incrível capacidade da transformar palavras em imagens. Lembro-me de um tempo em que amava quando acabava a energia elétrica para poder ficar ouvindo histórias arrepiantes a luz de velas. As […]